Guarapuava/Poker - PR 5 x 2 Floripa Futsal - SC
Intelli - SP 4 x 4 Umuarama - PR
Copagril - PR 4 x 6 Concórdia - SC
Corinthians - SP 5 x 2 Joinville/Krona- SC

Paulista Mirim Interior contará com equipes de três cidades  •  Com 20 clubes, Liga Futsal acontece só depois da Copa  •  Liga Paulista de Futsal começa nesta segunda com 20 equipes  •  Fundação e Filsan recebem abertura do Paulista Mirim   •  Liga Futsal entra nas quartas de final  •    
caderno Internacional
Brasileiros brilham no futsal da Romênia


O futsal brasileiro tem exportado jogadores para todas as partes do Mundo. Na Romênia estão três atletas do futsal paulista: Miniqui (teve carreira baseada na Wimpro de Guarulhos-SP), Ique (irmão do Miniqui que não chegou a se revelar no Brasil), Tatá (muito conhecido no extra-oficial e passagem por equipes da primeira divisão) e Keké (também muito conhecido no extra-oficial e com passagens por diversos clubes da primeira e divisão especial).
Eles defendem o MGA Bucareste, onde conquistaram os títulos da Copa da Romênia e Supercopa da Romênia. Agora estão disputando a Liga da Romênia. A equipe dos brasileiros está na Quinta colocação, com 17 pontos ganhos em 10 jogos, cinco vitórias, dois empates e três derrotas. O desfalque é o ala Ique, que lesionou o joelho e só volta às atividades no próximo ano.
O pivô/ala Miniqui, que está a mais tempo no clube, falou ao Jornal do Futsal através da ferramenta de Internet Messenger. Confira a entrevista:
JF- Qual o clube e a quanto tempo você está aí na Romênia?
Miniqui- MGA de Bucareste. Estou aqui fazem 9 meses.
JF- Neste momento vocês estão na metade da temporada. Como foi a anterior?
Miniqui- Quando nós chegamos aqui o time estava para cair para a segunda divisão. Jogamos 7 vezes, ganhamos 6 e empatamos 1. E aí classificamos para os playoffs por 2 gols.
JF- Quais são os outros brasileiros na sua equipe?
Miniqui- Agora estão o Keké e o Tatá e meu irmão Ique.
JF- Que campeonato vocês estão disputando nesse momento?
Miniqui- A Liga da Romênia.
JF- Quais os títulos que vocês, brasileiros, conquistaram?
Miniqui- A Copa e a Supercopa da Romênia.
JF- Quando foram essas conquistas?
Miniqui- A Copa da Romênia conquistamos em julho. A Supercopa foi em setembro, dia 29.
JF- Você é pivô, como está com os gols?
Miniqui- Estou com 14 gols. Estou correndo atrás, dou mais assistência aqui.
JF- Mas você está jogando de pivô?
Miniqui- Agora sim, mas gosto mais de jogar na ala, meter bola e ir para o bate. É que meu irmão está operado, por isso.
JF- Mas você está marcando bem, ou só meia-boca?
Miniqui- Estou marcando e muito, eu nem acredito.
JF- Com quantos anos você está?
Miniqui- Com 30 anos.
JF- Como é o futsal ai?
Miniqui- Aqui é diferente, as regras e os campeonatos são muito bons, eu gostei. Aqui tem uns romenos bons e inteligentes. Sabem jogar.
JF- E como vocês se comunicam?
Miniqui- Em espanhol. O treinador fala Espanhol também. Algumas coisas são parecidas com o Português e estou falando um pouco já.
JF- E aonde vocês moram, é casa do atleta ou cada um tem sua moradia?
Miniqui- Cada um tem seu apartamento.
JF- E a família, não está aí?
Miniqui-  Não, eles vêm agora em dezembro, lá pra dia 12.
JF- E por que não ficam com você?
Miniqui- É que aqui o visto é demorado e não quero atrapalhar os estudos dos meus filhos.
JF- E financeiramente como é aí pra você?
Miniqui- Eu não posso me queixar, eles pagam a comida, moradia e tudo mais. Estou bem tranqüilo, sem problemas.
JF- Dá pra fazer um pé-de-meia?
Miniqui- Sim, demorou. É só trabalhar direitinho que dá tudo certo. Aqui não tem como você deixar de ir treinar, por isso que eu prefiro a Europa. Aí os extras me acabam.
JF- Nos outros clubes romenos também têm estrangeiros?
Miniqui- Não, só aqui no MGA.
JF- E a pressão em cima de vocês, como é?
Miniqui- Um pouco, porquê ganhamos dois títulos. Agora os times que jogamos vêm com tudo e aí fica um pouco difícil, mas dá para segurar tranqüilo.
JF- Quanto tempo você ainda tem de contrato?
Miniqui- O negócio é o seguinte, quando eu vim pra cá o homem pagou adiantado, mas não sei, estou garantido até que ele me fale pra ir embora. Ele quer ganhar essa liga para jogar a Copa da UEFA
JF- Então vocês não têm contrato, é só de boca
Miniqui- Sim, mas está tudo em dia. Não falta nada até hoje.
JF- Vocês jogam só uma vez por semana?
Miniqui- Sim, aos domingos.
JF- E os treinos, são diários, em quantos períodos?
Miniqui- Agora está sendo diariamente em um período. Mas a pré-temporada foi em dois períodos e muito forte.
JF- E qual é o próximo adversário do MGA?
Miniqui: A.C.S. 3 Bucareste, uma equipe daqui de Bucareste também.
JF- É bom o adversário?
Miniqui: Sim.
JF- O que você espera desse jogo?
Miniqui- É um jogo complicado, nós já ganhamos deles na Copa Romênia e na Liga passada, eles marcam dois-dois, vamos ver o que o nosso técnico Jean Cosac vai passar para superar-mos mais essa.

Demais notícias

  Eventos em destaque  
 
 
     
  Publicidade  
 







 
     
 

  Jornal do Futsal
Rua Palminópolis, 115 / 36
05584-090 - Jd. Boa Vista - São Paulo - SP
Fone.: (11) 3462-8861